GL Forro Drywall em curitiba

Whatsapp (41) 98788-8509
Atendimento 41. 3229-8189 | 41. 3521-0716

Green Lar

» Página Inicial » Notícias

NotíciasVoltar

20
Mar

ALVENARIA X Drywall

Comparativo alvenaria x drywall

http://casaeconstrucao.uol.com.br/ESPC/index.asp

 

comparativo alvenaria x drywall

REPORTAGENS

estrutura de aço
Sem um único tijolo
O método construtivo conhecido como steel frame foge dos padrões da alvenaria convencional e usa apenas aço como base. Apresentamos o sistema com detalhes e mostramos as vantagens

Texto: Renata Ramos


Perfis leves de aço galvanizado chegam ao canteiro de obras nas dimensões corretas para formar a estrutura da casa. Para o fechamento das paredes internas, são usadas placas de gesso acartonado (drywall) e, para o fechamento externo, placas cimentícias ou placas de OSB (painel estrutural de tiras de madeira). Entre elas, é colocada lã de vidro ou rocha, para isolamento térmico e acústico, além de uma película antiumidade. A descrição resume o método construtivo conhecido como steel frame, ou light steel framing, muito utilizado em países como Canadá, Japão, Inglaterra e Estados Unidos, mas que vem ganhando força nas construções brasileiras.

Particularidades do método

"A precisão que o sistema industrializado oferece, somada àvelocidade da montagem, à limpeza, à organização do canteiroe à quase inexistência de entulhos, proporciona uma economia significativa", defende Heloisa Pomaro, arquiteta e diretora da Casa Micura Steel Frame - empresa de Mogi das Cruzes (SP) que oferece serviços pelo Brasil. Kathrin Sondermann Crespin, gerente comercial da Steel Frame do Brasil, empresa especializada que constrói em todo o País, complementa que, por ser leve, a estrutura de aço exige fundação mais simples e, também, mais leve. Além disso, o método pode ser executado em qualquer região, inclusive nas litorâneas, pois todos os materiais são galvanizados, o que garante proteção contra a corrosão.

Para a construção, não há metragem máxima; porém, cada construtora apresenta um limite de andares. "Nós construímos até cinco andares - nos Estados Unidos são construídos até oito", compara a gerente comercial. "Apesar de a obra ser industrializada, a arquitetura pode ser concebida em qualquer estilo, obedecendo às normas técnicas dos materiais", complementa a arquiteta Ana Cecília Toscano.

Como não há alvenaria, as tubulações são embutidas na estrutura. "Nesse sistema, não é preciso quebrar paredes para realizar instalações. O conduíte e a tubulação do sistema hidráulico são flexíveis e passam pelos perfis de aço e placas serradas, facilitando a execução e a manutenção", comenta Heloisa. Porém, é preciso ficar atento ao pendurar espelhos, quadros e móveis nas paredes de drywall. "Há especificações e instruções próprias para isso (entregues num manual de usuário), pois é necessário utilizar buchas e parafusos apropriados", destaca Kathrin. Além do material adequado, deve-se avaliar, ainda, o peso do objeto a ser pendurado. "Isso determinará a quantidade de parafusos e buchas, e o local de fixação - se será no drywall, no perfil de aço, ou se será preciso prever um reforço no local", complementa Kathrin.

Fotos: Divulgação / Steel Frame do Brasil

Especialistas afirmam que vários acabamentos, revestimentos e esquadrias podem ser usados."Para a cobertura, é feita uma estrutura de aço, seguindo a das paredes, que pode ser fechada com qualquer tipo de telha", conta a gerente comercial da Steel Frame do Brasil. Sob a residência, é necessária a construção de uma base de apoio, seja ela uma laje sobre pilotis, ou radier (laje de sustentação) sobre o terreno nivelado.

Alvenaria X steel frame

Muita gente resiste ao sistema de aço por achar que a alvenaria é mais resistente e mais duradoura, porém especialistas da área afirmam que isso não é verdade. Cada método tem suas vantagens,mas a resistência é uma característica de ambos. Segundo a arquiteta da Casa Micura, uma residência executada com o sistema de aço resiste a ventos de 200 km/h e oferece segurança durante tempestades com raios. "O aço promove um caminho de descarga elétrica direto para o solo, reduzindo riscos de explosão, incêndios ou acidentes", explica. O sistema, como os demais, também obedece a critérios de durabilidade regulamentados em normas brasileiras de construção.

Kathrin garante, ainda, que o método apresenta vantagens em relação à alvenaria. "Por ser industrializada, a construção torna-se muito mais rápida e tecnicamente superior, o canteiro de obras é limpo e organizado, há geração de pouquíssimo entulho (basicamente, embalagens dos materiais), e a mão-de-obra é racionalizada. Além disso, a manutenção do imóvel é mais simples e rápida", conclui. Para reparos ou reformas, é preciso apenas abrir uma fenda no local a ser modificado. Após a manutenção, a fenda pode ser fechada por qualquer gesseiro, e tudo pode ser resolvido somente em um dia. Além disso, como a estrutura de aço é mais leve, opeso sobre a fundação é menor, e os gastos podem ser reduzidos em 30%, nesta etapa.

Custos e tempo de obra

A diretora da Casa Micura diz que a obra pode durar de 10 a 120 dias, dependendo do projeto arquitetônico. Podese calcular, em média, a montagem de 30 m² da estrutura por dia. Kathrin prevê um período de quatro meses para a construção de uma casa de alto padrão. Os gastos variam de acordo com a obra, a metragem, o número de pavimentos, os acabamentos, etc. "Para se ter uma idéia de custo, podemos dizer que o steel frame custa cerca de 10 a 20% menos que a alvenaria", finaliza.

De onde vem?

O sistema industrializado surgiu em terras norte-americanas, com a evolução do wood frame (estrutura de madeira), e tem mais de três séculos de existência. "Atualmente, no Brasil, ainda não dá para comparar a utilização com a da alvenaria convencional, pois nossa arquitetura teve origem com profissionais italianos, portugueses e anglo-saxões, que disseminaram uma cultura enraizada no uso de tijolos de barro e de pedras. Porém, o uso residencial cresce no País, afinal, temos sede por novidades", opina o arquiteto e professor do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, Luiz Alberto Monteiro Arcuri.

Para Heloisa, a falta de conhecimento e de informação gera resistência. "Mas isso é porque poucos sabem das vantagens do sistema", justifica.

 

Baixo impacto ambiental
Segundo a profissional da Steel Frame do Brasil, por ser um sistema com estrutura leve, necessita de fundações menos profundas, o que agride menos a natureza. Além disso, ela afirma que o isolamento térmico utilizado permite que a temperatura interna da residência fique sempre agradável. "Assim, se houver ar-condicionado, ele ficará ligado menos tempo. Já no frio, mantém o ambiente aquecido, com a utilização mínima da calefação, resultando, nos dois casos, em menos gasto de energia", comenta. Heloisa lembra, também, que o aço utilizado na estrutura é um produto reciclável. "A reciclagem de uma tonelada de sucata de aço permite uma redução de 90% no consumo de matérias-primas naturais. Além disso, a construção com alvenaria convencional é uma das grandes geradoras de resíduos na natureza. O volume de entulho é até duas vezes maior que o volume de lixo sólido urbano, o que equivale, em São Paulo, a 2.500 caminhões por dia", informa.

 

FONTE:http://revistacasaeconstrucao.uol.com.br/escc/Edicoes/44/imprime130133.asp

 

Desconto e Ofertas

Preencha o campo abaixo e receba nossos descontos e ofertas por e-mail:

Rua Bartolomeu Lourenço de Gusmão 3139
Horário de Atendimento: De segunda a sexta
das 8:00 às 18:00
Formas de pagamento
Siga-nos
(41) 98788-8509
As imagens exibidas são meramente ilustrativas. Todos os direitos reservados. Powered By Totalize Internet Studio.