WHATSAPP

(41) 98788-8509

Atendimento

(41) 3229-8189 | (41) 3521-0716
Categoria de Produtos

STEEL FRAME - TECNOLOGIA CONSTRUTIVA DE PRIMEIRO MUNDO

Voltar

SISTEMA CONSTRUTIVO STEEL FRAME É REALIDADE NO BRASIL, ENTENDA O CONCEITO, HISTORICO E VANTAGENS DESTA TÉCNICA CONSTRUTIVA.

O método construtivo em Light Steel Frame (LSF) é utilizado desde a década de 50 em países como EUA e Japão. Composto por perfis metálicos leves de aço galvanizado com espessuras que variam entre 0,8 e 1,25 mm, placas cimentícias (sem uso de amianto) no lado externo, e placas de gesso acartonado no lado interno, tem como características principais a praticidade e a alta resistência.

Por ser um método construtivo ambientalmente sustentável tornou-se muito popular em países nos quais a construção civil é mais avançada tecnologicamente, como o Chile, Espanha, Canadá, entre outros. A construção em steel frame é um dos métodos de construção a seco.

Etapas:

  1. Fundação:

Por ser uma estrutura leve e com distribuição uniforme de cargas, permite a utilização de fundações mais rasas como o radier e a sapata corrida, o que gera ao proprietário economia de concreto, ferragens e do custo de mão de obra pela facilidade e menor tempo para construção dessas fundações, especialmente em comparação com a alvenaria tradicional.

Fundação do tipo radier

Fundação do tipo radier

 

2. Paredes

Nesse tipo de construção as paredes são compostas por perfis metálicos, que em conjunto com as placas OSB passam a exercer função estrutural, resistindo a cargas verticais (telhado e 2º andar), cargas perpendiculares (ventos) e cargas de corte (sismos), levando as cargas até a fundação.

Aqui reside umas das principais diferenças. Na alvenaria tradicional as paredes são erguidas através do assentamento com cimento de tijolos. Após o chapisco e reboco (que são feitos com uso de mais cimento) as paredes são novamente quebradas para passagem das tubulações e fiações, sendo necessário depois mais cimento para o fechamento. Em resumo trata-se de um sistema que constrói para destruir gerando enorme desperdício de material, gasto excessivo de água e grande quantidade de resíduos, isso tudo sem contar o tempo que todo esse processo consome, e a falta de precisão na preparação da argamassa (o que não raro faz o proprietário comprar mais cimento que o necessário).

Na construção em steel frame todas as instalações elétricas e hidráulicas são passadas antes do fechamento das paredes com as placas de gesso, o que propicia economia de tempo, de material, de resíduos, e principalmente a não utilização de água nesse processo. Por se tratar de um sistema industrializado, ele permite um planejamento prévio que possibilita já deixar preparadas todas as furações necessárias para a passagem de condutores e canos.

A manutenção é também muito simples e limpa, bastando tirar um pedaço da placa de gesso, realizar a manutenção e fechar o buraco com a mesma placa.

Enquanto na alvenaria tradicional temos apenas o tijolo como isolante térmico e acústico, na construção em LSF podemos escolher qual material utilizar como isolante térmico/acústico, podendo inclusive adaptar cada uma das paredes da casa a sua peculiaridade, por exemplo, caso seja construído um estúdio de música é possível reforçar seu isolamento, ou ainda caso um quarto receba muita incidência solar é possível torna-lo mais fresco com o engrosso do isolamento. Os tipos mais comuns de isolante são a lã de rocha, lã de pet e o EPS.

Exemplo de fiação passada antes do fechamento das paredes

Exemplo de fiação passada antes do fechamento das paredes

 

3. Laje (2° Piso)

A laje do segundo piso é formada por vigas corridas (montantes) ou treliças montadas, que posteriormente são travadas com bloqueadores metálicos e entrelaçadas por fitas metálicas tencionadas, podendo ser revestidas com placa cimentícia e madeira, ou ainda uma estrutura mista que irá adicionar a cimentícia e a madeira uma camada de concreto, eliminando a sensação de estar andando em um deck de navio.

As demais etapas da construção como telhado, instalação de forro, acabamentos, pintura, esquadrias, colocação de pedras (como o granito) e louças e metais são idênticas ao método tradicional.

Detalhamento da estrutura interna das paredes

Detalhamento da estrutura interna das paredes

Vantagens:

São inúmeras as vantagens na construção em LSF, em especial:

 

Custo

Como já explanado em matéria anterior, a análise do custo puramente por metro quadrado pode maquiar uma situação desfavorável ao proprietário, já que a construção em alvenaria é marcada por imprecisões construtivas e orçamentárias, gerando custos que o cliente “não sente”, isto é, gasto de tempo com acompanhamento de obra, stress em lidar com equipe de obra, gasto de material excessivo e não previsto originalmente, e o longo tempo para conclusão gera distorções como reajuste inflacionário dos produtos.

Pela alta precisão do método, rapidez na conclusão e profissionalização na construção, o LSF permite fidelidade orçamentária sem a ocorrência de gastos extras e surpresas desagradáveis.

Graças a popularização do método e aumento da concorrência no setor, o preço do metro quadrado entre a alvenaria e o steel hoje é compatível, isso sem considerar a economia de tempo e de material citada acima.

 

Mitos x Verdades

Assim como na construção em EPS, o steel frame também é penalizado por alguns preconceitos que não merecem prosperar, tais como:

FONTE: ATOS ARQUITETURA - SP

 

http://www.atosarquitetura.com.br/noticias-dicas/dicas-para-quem-vai-construir-sua-casa-construcao-em-light-steel-frame/

 

Desconto e Ofertas

Preencha o campo ao lado e receba nossos descontos e ofertas por e-mail:

Endereço Rua Bartolomeu Lourenço de Gusmão 3139
Horário de Atendimento: De segunda a sexta
das 8:00 às 18:00
Formas de Pagamento:
Whatsapp (41) 98788-8509
Atendimento (41) 3229-8189
(41) 3521-0716
As imagens exibidas são meramente ilustrativas. Todos os direitos reservados. Powered By Totalize Internet Studio.